[PT] Casado (♂x♂)? 52

Segunda nunca é um dia ruim quando se tem cap novo de Casado (♂x♂)
Espero que gostem

English readers, here’s the English version

 

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Casado (♂x♂)? 52

— Que vergonha — murmurou Thomas, olhando ao redor. — Todo mundo vai ver a gente…

— E daí? Não é como se eles conhecessem a gente. E, ainda que conheçam, não importa. A gente só tá fazendo um piquenique no parque. Não é nenhum ultraje — disse Lin, segurando a mão dele. — Você se preocupa demais com a opinião de estranhos que não vai ver de novo, amor.

— Não acredito que aceitei isso… — Ele decidiu ignorar o comentário. — Só pra você saber, se não fosse por sua causa, eu jamais concordaria com isso. Você é o único homem, não, a única pessoa no mundo todo capaz de me obrigar a passar uma vergonha dessas.

— Eu sei. E estou feliz. Sempre quis ter um piquenique romântico com você desde que começamos a namorar. — O sorriso de Lin quase fez Thomas ficar vermelho.

— M-Mentira. Eu nunca ouvi você mencionar um piquenique. De onde tirou essa ideia?

— De um filme. Você chegou tarde tantas vezes essa semana que tive muito tempo livre.

— E daí foi ver uma comédia romântica? Desde quando você vê esses filmes? Pensei que fosse um homem que apreciava o horror, sangue e ação!

— Eu nunca disse que foi uma comédia romântica.

Quando Lin mostrou o sorriso amarelo, Thomas entendeu na hora.

— Você viu isso num filme de terror.

— Sim. Um casal aleatório estava num piquenique antes do assassino aparecer e matar eles de um jeito horrível.

Ele olhou para o rosto alegre de Lin sem acreditar.

— Você é o único doido neste mundo que tiraria uma ideia de piquenique romântico de um filme de terror.

Lin só sorriu e colocou o lençol no chão. Sob a sombra de uma árvore, com a brisa gentil sobre os dois e de uma boa distância da pista de corrida, onde as pessoas faziam suas corridas semanais, não havia uma única coisa para Thomas colocar defeito ali.

— É um lugar legal — admitiu, a contragosto.

— Que bom que finalmente tá afim disso!

— Só disse que é um lugar legal… Uma pena que a comida vai arruinar tudo.

Lin tocou na bochecha dele de forma carinhosa até que o namorado olhasse para ele.

— Não se desanime assim. Você tá melhorando muito.

— Eu sei, mas ainda assim… Nada do que preparo chega aos seus pés.

— Você não prometeu que não iria dizer isso? — lembrou ele com um olhar rígido. Depois ele sorriu enquanto tirava um dos sanduíches que o namorado fez da cesta. — Aqui.

— Quer me dar na boquinha? Aqui? — Corado, Thomas olhou ao redor. Pela distância, pensou ter visto alguns corredores olhando na direção deles. — P-Pare com isso. Que vergonha… As pessoas vão ver…

— Você não vai aproveitar a vida se ficar se preocupando com coisas bestas como a opinião de gente que nem conhece. — Lin não abaixou o sanduíche.

Ainda vermelho e olhando ao redor, Thomas deu uma mordida, fazendo o namorado sorrir.

— Não acredito que me apaixonei por um cara com fetiche em alimentar os outros

— É divertido. E, só pra constar, eu só alimento você assim. Mas tem razão. Somos um casal moderno que inverte as posições vez ou outra. — Ele fechou os olhos e abriu a boca.

— N-Não vou te dar na boquinha. Meu Deus, o mico que ia ser!

Thomas olhou ao redor de novo, esperando que alguém estivesse vendo os dois. Ainda que não houvesse ninguém, ele estava ainda mais vermelho quando desistiu, pegou o sanduíche e deu na boquinha do namorado.

— A comida é boa, mas tem um gosto ainda melhor quando como assim. — Lin sorriu.

— P-Pare de mentir pra que eu me sinta melhor. Eu já comi e sei que tá ok só.

— Então comeu errado. Tenta de novo. — Ele pegou outro sanduíche e aproximou da boca de Thomas, que comeu relutante sem reclamar dessa vez. — Viu? Tá delicioso!

— Só quem ama filmes de terror pensaria isso — murmurou Thomas.

— Você quis dizer quem ama filmes de terror e um certo programador que gosta de reclamar?

— Espera, tá me incluindo nos seus maus gostos? Isso é mesmo pra me fazer sentir melhor?

— Você quis dizer excelente gosto.

Eles olharam um para o outro e riram ao mesmo tempo.

— Não acredito que meu namorado acha que tenho mau gosto. — Lin suspirou e deixou os ombros caírem. Depois ele sorriu. — Como punição, vamos fazer o negócio do champanhe.

— Que negócio?

— Você sabe, beber enquanto cruzamos os braços. Eu vi fazerem isso outro dia e quis tentar.

— Foi outra coisa de filme de terror? — Thomas olhou para o namorado que pegava dois copos de plástico da cesta de piquenique.

Lin não disse nada enquanto abria o champanhe e colocava nos copos. Depois ele cruzou os braços com Thomas.

— Ok. Vamos nessa.

— Não tem como isso dar certo fora de um filme… E você parece animado demais pra isso…

Thomas descobriu que estava certo no instante seguinte. Quando Lin tentou trazer o corpo até sua boca, ainda que tomasse cuidado, ele puxou o braço do namorado, prevenindo-o de beber. Thomas fez o mesmo com Lin, derrubando a bebida dos dois.

Ele olhou para o namorado, sem expressão, esperando por uma solução. Lin só riu.

— Acho que só funciona em filmes — disse, secando um local molhado na toalha com um guardanapo.

— Eu avisei. Mas você queria porque queria pagar esse mico — murmurou Thomas, olhando ao redor.

— Em vez de se preocupar com os outros, preste atenção em mim.

Quando ele voltou a atenção ao namorado, havia um copo na sua frente; Lin oferecia sua própria bebida para ele.

— Além de alimentar, agora quer me dar de beber como um bebezinho? Será que alguém tá querendo um?

— É cedo demais pra gente, mas vamos dizer que você não é o único que pensa no nosso futuro.

O coração de Thomas bateu mais rápido. Ele não fazia ideia de onde olhar, exceto para o champanhe, bebendo-o em um gole só.

— Sei que você ama engolir, mas vai com calma, amor.

Thomas engasgou e tossiu. Quando se recuperou, ele olhou ao redor para se certificar de que ninguém ouviu.

— Pra que falar isso em público?!

— Mas você sempre engole. E suas reações não tem preço. — Lin sorriu de novo.

Thomas não conseguiu ficar bravo vendo aquele sorriso.

— Não acredito que você ainda gosta de me fazer pagar mico…

— Eu faço isso desde que a gente era crianças e planejo fazer até quando formos dois velhos caducos.

— Espero por isso também — disse Thomas, sem pensar. Antes que Lin pudesse dizer qualquer coisa, ele ofereceu seu copo para o namorado, que bebeu o champanhe. — Não sei qual a graça disso.

— Você está sendo muito mal-humorado para ver.

— É você quem vê o bom em tudo… Valeu por isso — murmurou, desviando o olhar.

— E você é fofo demais. — Lin falou baixinho e corou.

Ele se aproximou para beijar Thomas, quem olhou ao redor antes de fazer o mesmo.

Enquanto se beijavam, eles sentiram uma gota sobre os dois. No instante seguinte, estava garoando. Conforme olharam para cima, o céu ensolarado se transformou em nuvens escuras e a garoa virou uma chuva.

Enquanto Thomas jogava tudo para dentro da cesta de piquenique, Lin dobrava o lençol. Eles se aproximaram da árvore, conseguindo escapar um pouco da chuva. Mas era tarde demais; já estavam ensopados. E, conforme a chuva piorava, nem a árvore era o bastante para protegê-los.

— Ótimo, simplesmente ótimo. Era o que precisávamos pra deixar esse dia ainda melhor — reclamou Thomas enquanto passava uma mão sobre o cabelo. — Tem como esse dia ficar melhor?

— Acho que não. — Lin olhou para ele, sorrindo. Mas era diferente de antes. Era um sorriso cheio de amor.

Thomas não conseguia ficar bravo ao ver aquele sorriso. Corando, ele envolveu seus braços ao redor dele e o beijou novamente. A chuva não importava. Ele estava feliz com aquele homem.

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Obrigado por lerem
Espero que tenham gostado.

Até sair o próximo cap, curtam outras histórias BL como Por Favor Me Chame de Professor e O Nadador e o Assistente

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Casado? and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Casado (♂x♂)? 52

  1. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 51 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 53 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s