[PT] Casado (♂x♂)? 36

Cap novo de Casado (♂x♂)
Esses dois ficam mais e mais fofos com cada cap XD
Espero que gostem do de hoje

English readers, here’s the English versionEnglish version

 

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Casado (♂x♂)? 36

Lin estava cansado. Para muitos, isso seria normal, especialmente em uma manhã de sábado. Porém, não era porque ele exagerara na corrida matinal.

Estava cansado após sua primeira semana de trabalho. Embora tivesse sido contratado para cuidar das crianças durante as férias, aquela parte não começou ainda; haveria algumas semanas antes das crianças ficarem de férias e os pais as colocarem na colônia de férias.

Ele não estava cansado porque teve dificuldade em lidar com os novos colegas de trabalho. Na verdade, eram pessoas bem legais. Ele estava cansado porque, embora ainda não tivessem crianças para ele cuidar, tinha muita coisa para Lin aprender antes de começar.

A primeira coisa, e mais importante, era conseguir o certificado como salva-vidas. A colônia oferecia muitas atividades diferentes, mas, por ser um clube aquático, um que se excedia nacional e internacionalmente em esportes aquáticos, a maioria era relacionada à água.

Portanto, Lin e alguns dos novos empregados tal qual ele, precisaram conseguir o certificado. Para isso, havia muita coisa que ele precisava estudar e muitos treinos de resgate que precisava fazer e refazer até o instrutor ficar satisfeito tanto com a velocidade quanto o nível.

Embora tenha passado com ótimas notas e não tenha tido dificuldade com o aspecto físico, Lin estava cansado. Ele sabia que era principalmente por causa de toda a tensão de dar uma boa impressão no primeiro emprego.

Apesar disso, ele tentou manter sua rotina normal. Naquela manhã de sábado, foi correr com o namorado e melhor amigo, Thomas. Não que quisesse se gabar, mas, mesmo sob aquelas circunstâncias, ele ainda era muito mais rápido que seu amado.

Após voltarem, Lin fez café da manhã, e eles comeram juntos, como sempre. Ele não estava cansado durante a manhã, no entanto. Mesmo após isso, ele ainda teve energia para limpar o apartamento. Após um banho restaurativo, Thomas quis almoçar fora e ele não discordou da ideia.

Quando voltaram, Lin ficou cansado de repente. No entanto, ele se recusou a tirar uma soneca. Ainda precisava cuidar de algo. Ele poderia deixar para amanhã, mas não queria. Domingo era o único dia em que ele e o namorado não saíam para correr. Antes de se tornarem um casal, eles simplesmente ficavam em casa e apreciavam a companhia um do outro.

Após uma semana em seu primeiro trabalho, Lin queria aproveitar o domingo ainda mais. No entanto, havia outro motivo. Ele também queria acordar ao lado do namorado e ficar na cama o máximo que podiam. Eles nem precisavam fazer amor, embora Lin não fosse negar se Thomas estivesse afim.

Mas, para poder ficar em casa o domingo todo, Lin precisava fazer algo antes: compras. Conforme conferia a despensa da casa, ele piscou algumas vezes e soltou um grande bocejo. Droga… Fiquei muito cansado do nada, pensou, esfregando os olhos até se livrar da sonolência.

Funcionou o bastante para ele fazer uma lista do que precisaria comprar para a semana que vem. Quê? A gente precisa de mais tomates do que pensei… E farinha de trigo… e queijo… Não lembro de usar tanto assim esta semana… Eu me certifiquei de fazer almoços pra nós dois… Que estranho…

Sob circunstâncias normais, Lin tentaria descobrir o que aconteceu. Mas, agora, ele não tinha energia alguma para isso. Ele quase cochilou conferindo a despensa pela segunda vez, para se certificar de que não esqueceu de nada.

— Tom. — Ele se aproximou do namorado, quem estava no sofá, jogando videogame. — Preciso das chaves do seu carro.

— Ah, claro. Estão na mesa no nosso quarto — respondeu Thomas, sem tirar os olhos da TV. — Pra quê?

— As compras. Duvido que terei tempo durante a semana, então é melhor fazer hoje. — Lin foi pegar as chaves, sorrindo pelo simples fato do namorado ter dito “nosso quarto”. Quando voltou, Thomas tinha desligado o jogo e colocado uma camisa. — Por que tá se vestindo?

— Vou com você — disse Thomas, colocando o celular no bolso de seus shorts folgado.

Lin estava prestes a perguntar por que, quando percebeu o motivo e não conseguiu tirar o sorriso da cara. Seu maravilhoso e apoiador namorado e melhor amigo queria passar mais tempo com ele.

Com as maçãs do rosto coradas, Lin se aproximou e beijou Thomas.

— Você é o melhor que há.

— Não é nada demais — murmurou o namorado, vermelho, que foi até a porta.

Sorrindo ainda mais, Lin o seguiu.

***

Lin estava tão feliz quando voltaram para casa. Como sempre, fazer as coisas mais tediosas, como tarefas domésticas, era legal com Thomas ao seu lado. Andar pelas seções do supermercado com ele, perguntando e reclamando de como eles iriam precisar de coisas como azeite de oliva, era o bastante para colocar um sorriso no rosto de Lin e fazê-lo rir.

No entanto, após chegarem, ele se sentiu cansado de novo. No instante em que soltou três bocejos seguidos, o namorado percebeu o motivo e mandou Lin tirar uma soneca.

— Não posso agora. Preciso guardar tudo. E tenho que começar a preparar o jantar — protestou. Ao mesmo tempo, ele tentou conter outro bocejo.

— Eu posso organizar as coisas. E podemos pedir comida. Mas agora você precisa dormir, tá bem?

Com a insistência de Thomas, Lin desistiu e foi dormir.

Quando acordou, sentia-se completamente descansado. Ele rolou na cama king-size e alongou os braços. Normalmente, não conseguia fazer isso sem esbarrar no namorado. Embora apreciasse o espaço, ele sentia falta do homem que amava ao seu lado.

O Tom é muito bom comigo. Vou recompensá-lo… Vou cozinhar a comida favorita dele hoje… E depois dar uma recompensa especial pra ele, pensou Lin, sorrindo e rindo sozinho enquanto imaginava o que fariam. Falando em jantar, que horas são?

Quando estendeu a mão para pegar o celular no criado-mudo e conferiu a hora, Lin quase caiu da cama. Oito horas? Eu dormi por quase quatro horas? Foi uma soneca muito longa! Não é nem uma soneca mais! Eu dormi! Por que o Tom não me acordou?

Lin saiu correndo do quarto, mas, ao ver o que acontecia na cozinha, ele parou e piscou, confuso.

Thomas estava parado perante a mesa, colocando algo nela com uma expressão preocupada. Antes que Lin pudesse ver o que era, algo chamou a sua atenção: a cozinha estava uma bagunça completa, tal qual o rosto do namorado.

— O que tá acontecendo aqui…? — perguntou.

— Lin? — Thomas se virou logo. Ele tentou ficar na frente do que quer que estivesse na mesa, para esconder. — P-Por que você acordou tão rápido? Não prometeu que tiraria uma soneca?

— Eu tirei… Mas não dá pra chamar de soneca quando passa de quatro horas.

— Quatro horas?

Thomas levou a mão até o bolso para conferir a hora no celular, mas aí parou. Igual a cozinha e o rosto, suas mãos estavam cobertas com uma pequena camada de farinha e outras coisas. Lin se aproximou e mostrou o próprio celular para ele.

— Tem razão… Acho que perdi a noção do tempo.

— O que você está fazendo? Na verdade, tô mais interessado em saber se você sabe cozinhar. Tipo, conheço você quase há vida toda e nunca te vi fazendo algo na cozinha além de comer.

— Você dar a entender que sou um gorducho que entra de fininho pra pegar um lance na cozinha o tempo todo. — Thomas riu da própria piada.

— Bem, eu vou te amar mesmo que fique cheinho — disse Lin, com um sorriso brilhante. Mas, depois, desapareceu. — Ainda quero saber quando você começou a cozinhar.

Thomas teve dificuldade em responder. Depois deixou os ombros caírem.

— Desde esta semana… Estive tentando cozinhar pra poder fazer algo e surpreender você — disse, saindo da frente do que tentava esconder. Era uma pizza caseira.

— Quê? Você aprendeu a fazer pizza? Por mim?

— Sim…

É por isso que ficamos sem aqueles ingredientes…

— Pizzas são simples… se você sabe seguir a receita… Mas, pra alguém que não sabe cozinhar direito, deve ter sido difícil…

— É, foi… Eu desperdicei muita comida tentando fazer algo comestível essa semana…

Lin não podia ficar mais feliz. Sem dizer nada, ele pegou um pedaço da pizza que Thomas fez e levou até a boca.

— Espera, não coma ainda… Eu não experimentei ainda… Não sei se tá bom ou não — murmurou, sem fazer contato visual com Lin.

Com um sorriso gentil, Lin deu uma mordida, saboreando.

— Está deliciosa!

— Sei que não está… A sua comida que é deliciosa… Agora eu só estou tentando pra fazer algo comestível… — Thomas corou e cruzou os braços, coçando um cotovelo enquanto desviava o olhar.

— Está cheia do seu amor. É claro que tá deliciosa. — Lin deu outra mordida e fez Thomas olhar para ele.

Ele levou o pedaço de pizza até a boca de Thomas, que comeu relutante.

— Viu? Mal dá pra comer…

— Ah, já entendi o que é. Você tá naqueles dias do mês em que quer que eu te elogie. — Lin não resistia a uma oportunidade de provocar o homem que amava.

— Não sei do que tá falando — murmurou Thomas, embora ele ainda tenha dado outra mordida na pizza que Lin ofereceu.

— Se não for isso, então você tá me insultando — disse Lin, brincando. — Se disser que a sua pizza não está deliciosa, significa que está duvidando do meu paladar.

— Não tenho ideia do que você tá falando. — Thomas piscou.

— Tem sim. Mas, se insistir nessa ideia de que a sua comida não é boa, então tenho uma proposta. — A voz de Lin foi tão animada quanto o seu humor. Ele pegou outro pedaço e ergueu sobre o rosto, o queijo caindo em sua boca.

— O que é?

— Eu vou te ensinar a cozinhar. Então a gente pode fazer algo juntos — disse, seu sorriso combinava com o tom de voz. — E você não pode dizer que vai abaixar a qualidade da minha comida nem nada do tipo, ok?

— Ok… — Thomas pressionou os lábios, mas desistiu.

— Ótimo!

Sorrindo, Lin alimentou o homem que amava de novo.

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Obrigado por lerem
Espero que tenham gostado.
Essa disputa de quem é mais fofo fica mais acirrada a cada cap XD

Vamos ter uma pequena pausa de algumas semanas, mas não se preocupem. Tom and Lin vão voltar logo XD

Até sair o próximo cap, curtam outras histórias BL como Por Favor Me Chame de Professor e O Nadador e o Assistente

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Casado? and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Casado (♂x♂)? 36

  1. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 35 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 37 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s