[PT] Casado (♂x♂)? 31

Casado (♂x♂) está de volta depois de uma pequena pausa
Agora nosso casal é um casal de verdade. Como será a primeira manhã deles como namorados?
Espero que gostem

English readers, here’s the English version

 

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Casado (♂x♂)? 31

Embora sua mente tivesse sido arrancada da terra dos sonhos, Thomas ainda se sentia dentro de um sonho. Ele não sabia o motivo, mas simplesmente estava feliz demais. O grande sorriso em seu rosto era prova disso.

No entanto, conforme sua mente começava a funcionar, ele se lembrou do motivo e seu sorriso ficou ainda maior. Lin e eu… A gente se confessou… nós somos… namorados!

Mesmo que fosse apenas em sua cabeça, era o bastante para deixá-lo vermelho e fazer seu coração bater mais rápido. Ele estava tão feliz que queria gritar e rir o mais alto que podia. Depois de tudo que a gente passou juntos, finalmente somos um casal de verdade… Nem acredito que somos namorados!

Thomas cobriu o rosto com as duas mãos e rolou sobre os lençóis. Graças a isso, ele sentiu um peso encostar nele e percebeu algo: havia alguém na cama com ele.

Ele sabia quem deveria ser. Mesmo assim, ao abrir os olhos, seu coração bateu ainda mais rápido. A pessoa na cama com ele não era ninguém mais, ninguém menos que o seu namorado. O que o Lin tá fazendo aqui? A gente… não fez amor, certo? Eu lembraria… Jamais esqueceria de nossa segunda fez e a primeira como um casal… Não teria como…

Para seu alívio, ele viu que Lin ainda estava de vestido. O sorriso não deixou seus lábios enquanto olhava para o rosto do homem que amava. A gente dançou muito ontem, mas ele ainda tem um cheiro bom… No instante seguinte, ele arregalou os olhos. No que diabos tô pensando? Virei um pervertido?!

Espera, mas agora que o Lin é… o meu… namorado… não tem problema… pensar nisso… né? Não é esquisito… né…?

Quanto mais Thomas olhava para aquele rosto pacífico, sua mente parava de se importar e ele se esquecia de todos os problemas. Não tem como eu me preocupar com coisas assim quando estou ao lado de alguém tão fofo e maravilhoso.

Tenho tanta sorte… Sou o homem mais sortudo do mundo… E por causa disso, eu…

— Prometo que farei você o homem mais feliz no mundo todo — sussurrou Thomas, dando voz ao que estava em seu coração. Ao mesmo tempo, ele fechou os olhos, aproximou-se e beijou a testa do homem que amava.

— Você já conseguiu — sussurrou uma voz de volta.

Thomas congelou. Ao abrir os olhos, ele viu Lin fitando-o, completamente desperto, e de rosto levemente vermelho além de um sorriso tímido nos belos lábios que Thomas desejava beijar.

Ele abriu e fechou a boca, tentando encontrar as palavras. Sua mente ficou em branco e ele se sentia com vergonha demais para pensar em qualquer coisa.

***

Quando acordou, Lin não conseguia parar de sorrir. Thomas e eu somos um casal… Somos… namorados!

Ele quis rir o mais alto que podia e gritar ao mundo o quanto feliz estava. Foi por isso que não abriu os olhos. Tinha medo de perder o controle.

Principalmente porque, atrás dele, era possível sentir um corpo quente. Ele se aproximou com cuidado para não acordar seu novo namorado. Mas antes que pudesse envolver os braços de Thomas em si, eles sumiram.

Lin virou devagar e descobriu o motivo. Seu amado se movia durante o sono. Tom é tão fofo quanto tá dormindo. Na verdade, ele é sempre fofo. Ainda mais quando tá todo vermelhinho…

E eu vou poder ver todas essas expressões dele… especialmente as que ele faz quando estiver dormindo… Porque somos namorados!

Lin corou, sorriu e novamente sentiu aquela vontade de gritar o mais alto que podia para o mundo todo ouvir.

Ele conseguiu se controlar, com muito esforço. Porém, nem tentou conter a vontade de cutucar a bochecha do namorado.

Thomas grunhiu, sorriu e moveu a cabeça para mais perto do dedo. Quando Lin tirou sua mão de perto, ele parou de sorrir e coçou a bochecha na parte em que fora tocado.

É tão fofo! Ele é fofo demais! Meu namorado é muito fofo!

Lin continuou a cutucar seu amado na bochecha várias e várias vezes. Sempre que o fazia, Thomas sorria e aproximava a cabeça. Mas ele parou assim que as pálpebras do namorado tremeram.

Ah, ele tá acordando, percebeu Lin. Ele fechou os olhos, embora não por completo; ainda podia ver um pouco sem que Thomas percebesse que ele estava acordado.

Vejamos como ele vai reagir. Era o que planejava, no entanto, seu sorriso entregaria que estava acordado. Droga… Preciso parar de sorrir… Mas é tão difícil…

Com muito esforço, ele conseguiu parar de sorrir e observou o namorado acordar.

Primeiro, Thomas se mexeu até acordar de vez, embora ainda estivesse de olhos fechados. Depois ele ficou vermelho e rolou na cama.

Lin teve dificuldade para conter o riso de novo. Aposto que ele tá pensando em algo fofo e ficou envergonhado.

No momento seguinte, os lençóis se alongaram e Thomas parou de se mover, virando-se para Lin. Seu rosto ficou sem expressão por um instante. Depois ele não parou de sorrir.

Ah! Isso é tão fofo! Meu namorado é fofo demais, não é justo! Ele vai me fazer amá-lo ainda mais!

— Prometo que farei você o homem mais feliz no mundo todo — sussurrou Thomas. Ao mesmo tempo, ele fechou os olhos, aproximou-se e beijou a testa de Lin.

Lin sentiu seu rosto queimar e seu coração bater tão alto a ponto de temer que Thomas ouvisse.

— Você já conseguiu — sussurrou, mostrando um sorriso embaraçado.

***

— Você tava acordado…? — perguntou Thomas após muito tempo, novamente cobrindo o rosto com ambas as mãos. Você viu tudo? Era o que ele queria perguntar, mas tinha muita vergonha.

Lin tentou, e falhou, em esconder o sorriso, assentindo um tanto.

— Por que você não disse nada? Por que me deixou pagar esse mico…?

— Porque você tava fofo demais. E eu queria ver o que você faria. Eu tinha razão. Você é fofo que dói.

Thomas ficou mais vermelho ainda e tentou cobrir o rosto.

Lin segurou as mãos do namorado com delicadeza e as tirou do rosto.

— Não esconda o rosto. Adoro ver você todo vermelho…

— Eu não preciso saber disso…

— Sim, precisa. Porque, de agora em diante, quero ver todas as suas expressões. Todas as faces que não conheço — sussurrou Lin. No instante seguinte, ele se aproximou para beijar o homem que amava.

Porém, não foi no rosto, como o namorado fizera. Foi nos lábios.

Thomas retribuiu o beijo. Foi leve no começo, mas depois ficou intense.

Lin parou por um instante para olhar o namorado nos olhos.

Ambos sorriram e despiram um ao outro.

Capítulo anterior Próximo Capítulo

Espero que tenham gostado
Esses dois são fofos demais. Cuidado com os níveis de açúcar XD
E digo que ainda teremos mais desses dois sendo fofos XD

Até sair o próximo cap, curtam outras histórias BL como Por Favor Me Chame de Professor e O Nadador e o Assistente

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Casado? and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Casado (♂x♂)? 31

  1. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 30 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Casado (♂x♂)? 32 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s