Por Favor Me Chame de Professor 2! 11

Trazendo o último cap de Por Favor me Chame de Professor! 2
Espero que gostem

 

Capítulo Anterior                                     Menu                                             Próximo Capítulo

Por Favor 2! 11 – Por Favor me Chame de Professor!

Seiji, um professor? No mesmo colégio que eu? Yuuto tinha perdido a conta de quantas vezes tinha pensado nisso.

Ele abraçou a almofada e sentou no sofá quando se cansou de deitar. Quando se cansava de sentar, ele deitava impacientemente. Mas o tempo se recusava a passar.

Desde que Seiji saira, Yuuto ficou escutando qualquer som do lado de fora do apartamento deles, esperando que fosse seu namorado chegando.

Mais de uma vez ele escutou a porta do elevador e pensou que era Seiji. Mas depois de alguns minutos, ele sabia que não era o homem que amava.

Ele podia pelo menos ter levado o celular… mas como sempre ele esquece de levar quando sai… isso o que ganho por me apaixonar por um artista quase recluso, Yuuto pensou, jogando a almofada no ar para fazer o tempo passar mais rápido.

Não fez diferença. Os minutos pareciam se esticar enquanto ele esperava.

Seiji parecia um pouco estranho quando o vice-diretor ofereceu o emprego… Nunca pensei que era uma oferta de verdade… quando ele ligou no outro dia pra marcar a entrevista com Seiji, não consegui acreditar… pensei que ele só tinha oferecido por causa do vinho…

O que é mais impressionante é o Seiji realmente querer ir pra entrevista!

Isso quer dizer que ele quer trabalhar na sua antiga escola? Tinha certeza que ele só ia pra entrevista pra brincar comigo, já que eu estava endoidando com a chance da gente trabalhar junto… mas o rosto que ele fez quando saiu de manhã…

Como seria se eu e o Seiji trabalhássemos no mesmo lugar? Yuuto imaginou por um momento.

Seria legal ver mais ele… desde que as férias de verão acabaram, a gente não tem muito tempo junto… especialmente com meu trabalho como Yuuno aumentando…

Mas se a gente trabalhar juntos, a gente arriscar ser pego… não tem como ele não me provocar… e eu não confio em mim também… posso acabar fazendo algo… de novo… Yuuto corou com a lembrança.

A última coisa que quero é todo mundo na escola descobrindo sobre nosso relacionamento… Ele abraçou a almofada com mais força. A gente nunca fez nada de errado, mas as pessoas podem pensar que começamos a namorar quando ele ainda era um estudante…

Mais uma vez Yuuto imaginou como seria se Seiji se tornasse o professor de artes no colégio Hyouzan.

A primeira coisa em sua mente era Seiji aparecendo do nada para roubar um beijo aqui e ali quando tivesse a chance. Ou talvez algo mais, dependendo do humor. Ou de Yuuto. Espera. Não é como se a gente fosse um desses casais que só pensa em sexo, ele disse para si, o rosto ficando um tom alarmante de vermelho.

Quando se acalmou, ele imaginou seu namorado ensinando.

Talvez seja difícil pra as crianças dependerem dele como professor, já que ele é praticamente da idade deles. Mas isso pode fazer eles confiem nele com mais facilidade. E aposto que ele vai gostar de ensinar as crianças sobre pintura. Apesar de reclamar, ele gosta de explicar pra mim… Mas não acho que ele possa ensinar coisas como esculturas.

Isso pode ser bom… e ele parecia feliz quando saiu pra entrevista… Eu posso ser o errado aqui… Posso estar sentindo isso, mas eu deveria estar feliz por ele e pela arte dele estarem conseguindo essa oportunidade por causa das incríveis habilidades dele.

Quando minha arte conseguiu aquelas entrevistas e sessões de fotos, ele me apoiou… e ainda me apoia…

Culpa começou a preencher o professor. Não importa se Seiji se tornar um professor ou não. Vou apoiar as decisões profissionais dele do mesmo jeito que ele está apoiando minha carreira de cosplay.

E se a gente for trabalhar junto, talvez eu possa aproveitar o tempo extra que vamos ter… almoçar juntos debaixo das árvores parece tão romântico… desde que começamos a namorar, tive ciúmes dos casais fazendo isso…

Yuuto se divertiu imaginando que tipo de novas experiências eles poderiam ter juntos.

Mas quando ele escutou o som de chaves e a porta abrindo, Yuuto sentou no sofá na hora. Ele agarrou a mobília com as duas mãos e se virou para entrada.

— Seiji! Foi mais rápido que pensei — ele disse antes que o homem que amava pudesse dizer qualquer coisa. — Como foi a entrevista? Conseguiu o emprego?

Seiji piscou um pouco em surpresa pelas perguntas repentinas no momento que abriu a porta.

— Ei, Yuuto — ele disse, fechando a porta e tirando os sapatos. Então andou até seu namorado e o beijou. — Estou de volta.

— Bem vindo de volta — Yuuto disse, corando um pouco pela sua pressa. — E então. Como foi?

  • Porque está tão interessado agora? Pensei que ia me apoiar de qualquer forma.

Seiji tirou o terno e a andou pela sala de estar.

— Sim, eu disse. Digo, eu vou apoiar em qualquer decisão que faça — O professor murmurou,

brincando com os dedos enquanto desviava os olhos. — Estou curioso, só isso…

— Só isso, huh? E eu pensei que você estava curioso pra saber se a gente vai trabalhar no mesmo lugar e ser colegas. Ou ficou preocupado que se seu virar professor, não vou conseguir me controlar e expor você na escola?

Yuuto olhou para o chão, envergonhado.

— Desculpa… não deveria ter dito aquelas coisas… fui injusto com você…

— Você foi injusto. Mas deveria ter dito aquelas coisas. É como se sente. Pedi pra você ser honesto, não foi? — Seiji disse, se curvando para sua cabeça ficasse na mesma altura da de Yuuto. — Então vou fazer uma promessa aqui e agora. Vou me comportar e tentar ser o mais profissional que puder na escola.

O professor levantou a cabeça.

— Conseguiu o emprego?

Seiji coçou a cabeça e mostrou um sorriso amarelo.

— Eu sou o mais novo professor substituto de artes do colégio Hyouzan.

Yuuto arregalou os olhos. Então ele sentiu vergonha pelo seu comportamento no momento que viu aquele sorriso. Seiji está se segurando por minha causa, ele soube na hora. Ele esteve me apoiando tanto, e eu…

O professor pulou sobre o sofá e enrolou os braços e as pernas ao redor de seu namorado.

— Parabéns, Seiji — ele disse com a voz mais sincera que conseguiu. Quando viu aquele rosto, ele se sentiu feliz do fundo do coração. — Sei que desde que recebeu a oferta, você esteve pensando nisso. Estou realmente feliz por você. Estou mesmo. Me desculpe pelo meu comportamento. Não precisa ficar se segurando por minha causa. Me mostre o quão feliz está por essa oportunidade.

Yuuto banhou Seiji com beijos.

O artista ainda estava tentando manter o equilíbrio com o abraço repentino. Mas quando ficou estável, ele mostrou um grande sorriso e abraçou Yuuto de volta.

— Obrigado — ele disse, sorrindo demais. Então ele tirou os óculos de Yuuto para beijar seu namorado. — Se realmente se sente assim por eu ter conseguido o emprego na escola, vou precisar de um favor de você.

Yuuto afastou a cabeça um pouco para olhar o homem que amava nos olhos.

— Claro. Qualquer coisa, Seiji.

Seiji colocou os óculos de Yuuto em si e sorriu.

— Por favor me chame de professor.

Yuuto arregalou os olhos. Mas um segundo depois, ele riu, feliz do fundo do coração.

— Sim! — ele disse, beijando Seiji de novo.

O Fim

Capítulo Anterior                                     Menu

Muito obrigado por lerem Por Favor me Chamem de Professor 2!
Espero que tenham gostado
Apesar de ser o último cap, não quer dizer o fim das histórias com Yuuto e Seiji.
Eles aparecem em outras obras.
Sem contar que terminei de reescrever o primeiro volume e estou preparando a versão para publicar. E vai conter caps inéditos.
Então até lá, fiquem ligados que ainda vou trazer outras histórias BL também.

Se curtem Por Favor, olhem minha outra história BL, O nadador e o assistente.
Aposto que vão gostar

Se inscrevam na minha lista de emails para não perder nenhuma novidade.
E me ajudem no Apoia-se. Estou querendo criar mais conteúdo e gostaria da ajuda de vocês

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Por Favor and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s