[PT] Por Favor 2! VD 2

Bom domingo de São João, pessoal
Que tal aproveitar o fim do feriado com um cap mostrando a vida amorosa de Seiji e Yuuto?
Não preciso dizer que esse cap contém cenas maduras não recomendada para menos
Espero que gostem

 

Capítulo Anterior                                     Menu                                             Próximo Capítulo

Por Favor 2! Vida diária 2

Seiji parecia uma fera.

Não. Ele era uma fera. Uma fera faminta desejando o corpo de Yuuto.

Eles mal começaram a se beijar, mas o artista mostrara tamanha paixão que o professor perdia a mente.

Seiji beijou Yuuto em todos os lugares. E cada beijo fazia a cabeça do cosplayer ficar cheia de prazer.

Seiji já estava ereto. Sem aviso, ele rasgou a camisa de Yuuto, as calças, a cueca. No instante seguinte, ele virou o professor e o fez se inclinar.

Com a respiração rápida e curta, um sorriso selvagem estampado no rosto, Yuuto ergueu os quadris.

Então ele e Seiji se tornaram um.

Quando o artista estava dentro dele, ele moveu os quadris, indo para frente e para trás com um vigor que Yuuto raramente via no quase recluso artista.

O que deu nele hoje? Quis saber o cosplayer. Não que ele desgostasse daquilo. Pelo contrário. Sempre que o namorado o surpreendia assim, ele mal podia caminhar no dia seguinte.

Yuuto pressionou os lábios e tentou pensar em qualquer outra coisa além do homem que amava o penetrando por trás. Como seu membro estava duro e chegando ao limite, ele queria que aquele momento durasse por muito tempo.

Mas, não importa o quanto tentasse, sua mente sempre ia para Seiji.

O corpo suado de Seiji enfiando nele. O olhar selvagem de Seiji sempre que faziam amor.

Eu amo esse homem!

Enquanto Yuuto tentava se esforçar para prolongar o prazer, ele sentiu o sêmen de Seiji dentro dele. Aquilo pareceu ser o gatilho. No instante em que sentiu o líquido, não conseguiu conter seu próprio sêmen de sair.

Gozamos ao mesmo tempo, pensou o professor, sorrindo. Ele amava quando aquilo acontecia. Não é só nosso amor, mas nossos corpos também estão conectados…

Mas, apesar de sua expressão e da familiar perda de força em seus membros debaixo, ele queria mais. Muito mais. Yuuto queria tudo que seu namorado pudesse dar a ele.

Quando ele se virou para sentar em cima de Seiji, o artista desaparecera.

Mas, antes que pudesse olhar em volta ou ao menos se preocupar, outro Seiji surgiu.

Já pelado e com a mesma expressão bestial do primeiro.

Sob aquela expressão cheia de luxúria e desejo, Yuuto não conseguiu conter sua própria excitação.

O novo Seiji caminhou até ele e selou os lábios do professor com os seus.

Mas não foi um beijo qualquer. Foi um beijo apaixonado. Um daqueles que fazia o membro de Seiji ficar tão duro que cutucava o professor.

Não havia necessidade de palavras. Eles só precisavam deixar seus sentimentos e corpos mostrarem o quanto se amavam.

Sem aviso, o novo Seiji virou Yuuto e o empurrou contra o chão. Ele ergueu a cintura do professor, afastou as nádegas e colocou seu membro entre elas.

Yuuto mal conseguiu conter os gemidos. Mas, enquanto Seiji se movia para dentro e fora, ele sentiu o membro com seus músculos. O professor não podia mais conter sua voz.

— Mais! — gritou após o gemido. — Mais forte!

Sem dizer nada, Seiji obedeceu.

Yuuto podia sentir o membro tocando em seu ponto de prazer. Sentiu enquanto o membro o penetrava.

Eles chegaram ao prazer juntos novamente. Enquanto o sêmen de Seiji o preenchia, o de Yuuto sujava o chão.

Ainda assim, Yuuto não estava satisfeito. Ele queria mais. Sabia que estava sendo ganancioso. Mas Seiji despertava uma fera dentro do professor. E aquela fera queria prazer.

Mas, antes que ele pudesse pedir ao namorado que mantivesse o membro dentro de si, esse Seiji também sumira.

— O que…? — perguntou, mais para si mesmo.

Como se respondesse sua pergunta incompleta, outro Seiji surgiu. Depois outro apareceu perante Yuuto. E outro.

Antes que o professor pudesse piscar, ele se viu cercado de Seijis.

Tantos Seijis, com os membros duros e prontos para dar prazer a Yuuto.

Ele não soube reagir a princípio. Mas, no instante seguinte, mostrou um sorriso malicioso. Se aqueles Seijis estavam lá para deixá-lo com prazer, ele aceitaria sem restrições.

Um dos Seijis chegou por trás e enfiou seu membro dentro do ponto já sensível de Yuuto.

Outro ficou perante o professor e usou a boca do cosplayer.

Dois ficaram ao seu lado, e Yuuto não tinha dúvida de que usaria as mãos para dar prazer aos dois ao mesmo tempo.

O quinto ficou debaixo de Yuuto e colocou o membro do professor dentro da boca.

Ele perdeu a sanidade com os cinco Seijis.

Arfando, suando e exausto, Yuuto estava coberto de sêmen.

Mas, enquanto os Seijis se afastavam, mais cinco Seijis apareceram para trocar de lugar com os outros cinco.

Com um sorriso cansado, Yuuto se preparou para mais…

Porém, do nada, tudo desapareceu, e um ronco alto acordou Yuuto de seu sonho.

O professor piscou e olhou em volta, completamente confuso. Ele precisou de um tempo para entender o que acontecia.

Ele estava no apartamento de Seiji, dormindo ao lado do artista.

Ai, que droga… Eu tava tendo um dos melhores sonhos da minha vida, Yuuto se lamentou enquanto olhava para o rosto do homem que amava.

No segundo seguinte, ele percebeu que seu membro estava duro. Foi por causa daquele sonho maravilhoso?

Usando um lenço de papel que eles deixavam no criado mudo, Yuuto se masturbou, ainda com as imagens vívidas do sonho.

Mesmo após se limpar, ele ainda não estava satisfeito e queria mais.

Estou agindo igual ao sonho, pensou, olhando para o namorado que dormia de forma pacífica e sem saber o que o homem que amava fazia ao seu lado.

Enquanto Yuuto olhava para aquele rosto bonito que podia se transformar em uma fera, uma ideia passou por sua mente. Então ele corou e desviou os olhos.

No que estou pensando? Não posso fazer isso com ele dormindo… ou posso? Ele olhou para Seiji.

Digo, teve aquela vez em que acordei no meio da noite e ele estava olhando pra mim, pronto pro ato. Ele jura que não me acordou nem nada. Que foi apenas uma feliz coincidência, uma que nós deveríamos tirar vantagem… mas ainda tenho minhas dúvidas se ele não me acordou mesmo…

Enquanto Yuuto encarava o homem que amava, seu coração bateu mais alto e seu membro pulsou.

Só uma vez não vai doer… É, aposto que ele vai amar acordar com isso, o professor disse para se convencer.

No instante seguinte, Yuuto puxou o lençol e colocou a cabeça debaixo dele…

***

Seiji murmurou algo e virou a cabeça, ainda dormindo.

O que é isso? Por que me sinto tão bem? Perguntou-se, ainda sonhando.

Embora sua mente ainda não funcionasse direito, ele podia sentir que tinha algo em seu membro.

Ele demorou um pouco, mas percebeu o que era, abriu os olhos. Estava acordado de vez.

O artista tirou o lençol e achou o namorado entre suas pernas.

— Yuuto…? — perguntou, incerto do que via.

Debaixo do lençol de seda, o membro de Seiji estava dentro da boca do namorado.

Eita porra! Apesar da confusão, um sorriso surgiu em seus lábios.

É a primeira vez que acordo com algo assim!

Seiji tentou controlar seus pensamentos e sentir o interior da boca do namorado.

Mas Yuuto percebeu que ele acordara. Sem tirar o membro da boca, o professor olhou para o artista.

Mas não foi um olhar qualquer. Foi um olhar sedutor que deixou Seiji ainda mais ereto.

Porra! Como você pode ficar tão sexy fazendo isso, Yuuto?

Seiji tentou se controlar. Ele limpou a mente e conteve a respiração. Mas, não importa o que fizesse, estava quase no limite. Seu namorado fazia um serviço muito bom o levando ao êxtase. Caralho, não dá…

— Yuuto — murmurou.

Um segundo depois, ele ejaculou o sêmen, enchendo a boca do cosplayer.

Yuuto bebeu tudo com uma expressão de gula. Ele limpou o sêmen que caiu em seu queixo e olhou para a Seiji com uma expressão vazia. Então mostrou um sorriso malicioso.

— Foi mal, Yuuto. Não posso continuar… não logo de manhã… — A voz de Seiji sumiu, sem ar.

Mas aquelas palavras não mudaram a expressão de luxúria de Yuuto. Ainda que sua mente não funcionasse em capacidade total, Seiji sabia que Yuuto queria mais.

Sem dizer nada, o professor rolou Seiji na cama.

O artista, sem energia, não podia fazer nada para impedir o cosplayer. Mas aquilo não tirou o pânico dele.

— Espera, Yuuto… melhor deixar pra depois… tipo, eu acabei de acordar e ainda… espera, Yuuto! Yuuto! Professor! Professor! Se for mesmo fazer isso, use a loção! A loção! Isso não é loção o suficiente! Não precisa pensar em economizar! Quanto mais usar em mim, melhor será pra nós dois! Espera, massageia minha bunda direito. Em todo lugar! Espera, não tira os dedos ainda! Você não acabou! Espera, ao menos me deixe preparar meu coração… ah…!

Sem escutar uma única palavra que o artista dizia, Yuuto enfiou o membro dentro do namorado e penetrou Seiji.

Seiji mordeu o travesseiro para conter seus gemidos, o rosto completamente vermelho. Embora ele ficava raramente por baixo, aquilo não impediu seu membro de endurecer e ejacular.

— Bom dia, Seiji — disse Yuuto com uma voz animada ao acabar.

Mas, apesar disso, ele continuou com o membro dentro de Seiji.

— Bom dia… — O artista, por outro lado, sentia-se exausto, embora tivesse acabado de acordar.

— Não se esqueça de limpar — disse Yuuto, movendo o membro um pouco para dentro de Seiji. O artista gemeu. Ele odiava o fato de não desgostar daquilo. — Eu vou explicar como depois.

— Valeu…

— Quer saber? Ficar assim está criando um clima de novo…

Yuuto não precisava dizer.

Seiji podia sentir o membro endurecendo dentro de sua bunda.

Fechando os olhos, Seiji se preparou para Yuuto penetrá-lo de novo.

— Ao menos não arranhe minhas costas — disse com a voz fraca.

Mas, apesar disso, ele sentiu seu membro endurecer de novo.

Capítulo Anterior                                     Menu                                             Próximo Capítulo

Espero que tenham gostado.
Se curtem Por Favor, olhem minha outra história BL, O nadador e o assistente.
Aposto que vão gostar

Se inscrevam na minha lista de emails para não perder nenhuma novidade.
E me ajudem no Apoia-se. Estou querendo criar mais conteúdo e gostaria da ajuda de vocês

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Por Favor and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Por Favor 2! VD 2

  1. Pingback: [PT] Por Favor 2! 6 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Por Favor 2! 7 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s