[PT] Por Favor 2! 6

Lançando o cap 6 do volume 2 de Por Favor Me Chamem de Professor.
Espero que gostem

 

Capítulo Anterior                                     Menu                                             Próximo Capítulo

Por Favor 2! 6 – Não é mais um segredo

— Er… Yuuto…? O que está fazendo? — perguntou Seiji ao entrar no quarto.

Seu namorado estava deitado na cama, completamente coberto pelo lençol.

— Não tá vendo que tô me escondendo? — A voz abafada e irritada de Yuuto veio de debaixo do cobertor.

Seiji sentou na cama ao lado do amontoado de tecido que era seu namorado. Então acariciou o cosplayer.

— É, isso tá claro. Mas eu quero saber o motivo.

Sem dizer nada, Yuuto pôs uma mão para fora e apontou para o notebook na escrivaninha.

Sorrindo e com a curiosidade aumentando, o pintor olhou da mão para o notebook. Então caminhou e tocou no mouse até que a tela saísse do modo de descanso. O navegador estava aberto no blog da Yuuno, mostrando algumas fotos do comiket de verão. Havia uma de Seiji de pirata azul entre elas também.

— Qual o problema? — perguntou um Seiji confuso, virando-se para o amontoado na cama que era seu namorado.

Não importa como o pintor visse, não havia nada de errado com as fotos. Especialmente a última, onde ele carregava Yuuto como uma princesa. Eu estou… bem legal. Até vestido nesse cosplay, admitiu Seiji, tentando conter o sorriso. Mas jamais direi pra ele. Ele vai querer que eu faça outro cosplay.

— Essa última ficou bem massa, na minha opinião.

— Ficou sim. Não posso negar! — gritou Yuuto, enrolando-se ainda mais. — Você está tão legal que me apaixonei ainda mais!

— Então por que você está tão bravo? — Seiji não conseguia conter o sorriso.

— Leia os comentários! — O amontoado na cama tremeu.

Contendo a vontade de rir diante da situação, Seiji virou-se para a tela novamente. Ele deslizou até a parte de baixo e, enquanto lia, seu sorriso diminuía. A última foto tinha mais comentários que todas as outras juntas. E todos perguntavam a mesma coisa. Yuuno-tan, você é mesmo um cara? Ele é seu namorado?

Seiji mordeu os lábios. Ele se virou lentamente para o amontoado.

— Sinto que a culpa é minha…

— É totalmente sua. Mas não vou culpá-lo! A situação saiu do controle! E eu realmente amei quando você me carregou como uma princesa! O sexo naquela noite foi demais! Nem deu pra andar no outro dia!

Dividido entre o orgulho e culpa, Seiji desceu toda a seção de comentários. Não sei se estão bravos ou não… ou se eles se importam mais pela Yuuno ser um cara ou ter um namorado…

Mas, após centenas de comentários parecidos, o conteúdo mudou um pouco.

Mesmo que a Yuuno-chan seja um cara, ela ainda é a melhor e mais fofa cosplayer que tem!

Concordo. A Yuuno-tan é a melhor, dane-se o gênero.

Yuuno-tan pra sempre! Mesmo que ela tenha um pinto, estou pouco me lixando!

— Ei, Yuuto. Você chegou a ler todos os comentários? — perguntou Seiji.

— Não! Nem precisa! Aposto que é tudo o mesmo. — Yuuto apertou os lençóis mais.

— Bom, então me deixa ler alguns. Vai te deixar melhor. — Seiji desconectou o notebook da tomada e levou até a cama, sentando ao lado de Yuuto. — Não importa se a Yuuno-chan é um cara. Ela ainda é minha idol.

O lençol parou de tremer.

Eu te amo, Yuuno-tan. Não importa o gênero. Moe é justiça.

O lençol se soltou um pouco.

Não me importo se a Yuuno-chan é um cara. O que não acredito é que ela tem um namorado!

Yuuto colocou a cabeça para fora do lençol e olhou para Seiji com olhos úmidos.

— Isso é sério ? Você não tá inventando pra me animar?

Seiji sorriu e apontou para a tela.

— É verdade sim. Pode ler por conta própria.

Yuuto se aproximou lentamente e inclinou-se ao lado do namorado. Enquanto lia os comentários, seu rosto se iluminou com um sorriso.

— Eles não me odeiam! — exclamou, virando-se para o namorado.

Seiji sentiu o coração bater mais rápido enquanto via aquele sorriso. Ele puxou Yuuto, a fim de beijá-lo, apesar do cosplayer não tirar os olhos da tela.

— Como alguém conseguiria te odiar?

— Ei, Seiji, leia esse — disse Yuuto, puxando a manga da blusa do namorado. — E pensar que uma das cosplayers mais lindas era um cara. Me faz acreditar que não levei isso a sério.

— Viu só? É igual a Tsukiko. Você inspira outros cosplayers.

O sorriso de Yuuto ficou maior. Ele sentou no colo de Seiji, envolvendo ambos com o lençol e leu mais comentários.

Seiji fez o mesmo. Então achou um que fez um sorriso malicioso surgir em seus lábios.

— Ei, amor, olha só esse — disse, apontando. — A Yuuno-tan é fofa. Não importa se for ele ou ela. Onde tem um buraco, tem um jeito.

As bochechas do Yuuto ficaram levemente coradas. Ele tentou conter o sorriso.

— Pessoas assim existem, pelo visto — disse, não se esforçando para esconder a felicidade.

— Você gosta que esse cara que só quer enfiar o pau dele na sua bunda? — perguntou Seiji, erguendo uma sobrancelha.

— Bem… Não curto a ideia, mas isso é normal… Não é como se eu não tivesse feito isso com uma cosplayer também… —Yuuto ficou ainda mais vermelho e desviou o olhar.

Seiji arregalou os olhos.

— Que cosplayer?

— Quer saber por quê? — perguntou Yuuto, com uma expressão inocente. — E você não conhece ninguém além de mim.

— Ao menos me diga se você se masturbou pra um cara ou uma garota.

O rosto de Yuuto ficou com um tom alarmante de vermelho.

— Por que você quer saber? Sério, pra que você quer saber disso?

— Só estou curioso se meu namorado já se masturbou pensando em outro cara — disse Seiji, dando de ombros.

— Não vou dizer nada!

— Ah, vamos. Me conta — insistiu Seiji, abraçando Yuuto por trás. — Quero muito saber…

Yuuto pressionou os lábios.

— Nunca me masturbei pra outro cara além de você! — disse, cobrindo o rosto com as duas mãos.

Seiji sorriu e beijou o namorado no pescoço. Então a vontade de provocar Yuuto cresceu além da conta. Ele alcançou o teclado, com o professor ainda em seu colo.

— O que você está fazendo? — perguntou o cosplayer ao ver Seiji digitando.

— Apenas respondendo o comentário — disse, com um rosto sério.

Foi mal, cara, mas sou eu quem enfia nesse buraco toda noite… Nem pense em responder isso! — Yuuto agarrou a mão de Seiji e a afastou do teclado.

— O que foi? Mas é verdade, oras — disse Seiji, dando de ombros.

Houve uma pausa quando eles olharam um para o outro…

Ambos lutaram para chegar ao notebook.

— Me deixa pressionar enter! — Seiji grunhiu enquanto Yuuto tirava sua mão do computador.

— Não! Não vou deixar que manche ainda mais a reputação da Yuuno.

— Mais manchada do que já está?

Eles continuaram brigando pelo computador, mas acabaram se beijando, de algum jeito.

Seiji colocou o notebook no criado mudo. Sem ele para atrapalhar, o pintor beijou Yuuto no pescoço enquanto o cosplayer envolvia as pernas pelo corpo dele.

Mas o celular tocou antes que o artista pudesse despir o namorado.

— Vai mesmo ver o que é agora? — reclamou Seiji enquanto Yuuto rolava na cama para se aproximar do celular.

— Foi mal — disse Yuuto enquanto conferia a tela. Seu sorriso sumiu enquanto suas bochechas coradas voltavam ao tom normal. Ele encarou Seiji com sua expressão paralisada. — É um e-mail para a Yuuno… e o assunto é… ao crossplayer…

Engolindo em seco, ele leu tudo em silêncio.

— O que foi? — perguntou Seiji, observando o rosto de Yuuto. Sua excitação sumiu, dando espaço para a curiosidade.

— É uma revista famosa pra cosplayers… Eles tem várias dicas de maquiagens, manuais de costura, entrevista e mais coisas pro público cosplayer — disse Yuuto, com a mente em outro lugar enquanto relia o e-mail.

— Tá bom… E o que eles querem com você? Digo, com a Yuuno?

— Eles… querem que eu faça uma sessão de fotos e uma entrevista… Estão perguntando se sou mesmo um cara. Falaram que Otokonoko, homens que se vestem como meninas, será um traço importante na indústria nos próximos anos e querem que eu dê minha opinião sobre isso, já que sou um…

— Isso é… incrível! — Seiji alegrou-se. — Você pode começar uma tendência na indústria otaku.

— É, acho que sim… — Yuuto encarou a tela do celular, lendo novamente o e-mail.

— Por que você não parece tão feliz?

— Não sei…

O pintor tirou o telefone da mão do cosplayer e fez o professor olhá-lo nos olhos.

— Isso é incrível pra Yuuno. Seu lado cosplay, esse lado tá recebendo a atenção que merece depois de todo o seu esforço. Você deveria estar feliz.

Yuuto corou enquanto escutava as palavras do namorado.

— Você tem razão. Valeu por dizer isso.

— É apenas a verdade. — Seiji sorriu e então beijou Yuuto nos lábios. Mas o telefone tocou outra vez, interrompendo o clima, antes que ele pudesse despir o cosplayer. — Querem o que agora?

Com um sorriso que pedia desculpas, Yuuto pegou o celular das mãos de Seiji.

— Outro e-mail… Não é da revista desta vez… — Os olhos de Yuuto se arregalaram ao ler.

— O que…? — Seiji sentou na cama e encarou o professor. — Quem tá me interrompendo agora?

— É… você se lembra da minha primeira sessão de fotos…? — perguntou Yuuto, de bochechas vermelhas.

— Tá falando daquela sensual com os dois gostosos que ficavam te tocando o tempo todo? Sim, me lembro dessa — disse Seiji com a voz seca.

— Eles receberam inúmeros pedidos pra aquele photobook depois do segredo da Yuuno vazar. Eles vão me mandar minha parte do dinheiro logo e querem saber se não gostaria de fazer outra sessão semana que vem…

— Filhos da puta! — gritou Seiji do nada.

Yuuto piscou com a explosão repentina.

— Por que você está bravo…?

— Eu tive que comprar o photobook em um leilão. Foi caro pra cacete. E agora eles vão imprimir mais cópias? São uns arrombados.

— Você comprou esse também? — Yuuto ficou vermelho.

Seiji olhou para ele com uma cara confuso.

— Meu namorado tem um álbum lotado de fotos eróticas e sensuais perto de outros caras. Acha mesmo que eu não ia procurar ele? — disse, com o tom sugerindo que deveria ser óbvio.

Yuuto corou ainda mais.

— Está com inveja? — perguntou em voz baixa, olhando para Seiji pelo canto do olho.

Seiji corou também.

— Claro que estou. Sou o único que pode fazer coisas pervertidas com você — murmurou ele.

Houve um longo silêncio enquanto a tensão sexual preenchia o ar.

— Me deixa ver o quanto eles querem te dar pela sessão — disse Seiji do nada. Ele pegou o celular da mão de Yuuto. Sua expressão envergonhada sumiu de repente. — Isso tudo? Sério? Eles vão te pagar tudo isso pela sua porcentagem naquele álbum sexy? É algum best-seller ou algo do tipo?

— Qual o seu problema? O dinheiro nem chega perto do quanto eles devem estar ganhando. Eles pagaram por tudo, incluindo o cosplay — disse Yuuto, calmo. — Acho que essa quantidade é por volta de trinta por cento.

— Isso tudo é só trinta por cento? É mais do que eu paguei! — Seiji arregalou os olhos.

— É. Nem chega perto do que eu ganho com meus photobooks. — Yuuto riu da expressão incrédula de Seiji. — Agora que penso nisso, talvez eu deva mandar reimprimir os meus álbuns também. Se eles estão recebendo pedidos, talvez eu também esteja. Vou ganhar muito dinheiro.

— Er… Yuuto… quanto dinheiro você faz com o cosplay? — perguntou Seiji, com a voz calma e esquisita.

— Quanto…? — Yuuto levou um dedo aos lábios. — Ganho uma boa quantia, mas não é nada comparado ao que cosplayers famosos em tempo integral conseguem. Acho que por volta de vinte ou trinta vezes o que os caras estão me oferecendo, se for um ano bom, é claro…

— Trinta… — Seiji levou uma mão ao rosto. — Como um cosplayer faz tanto dinheiro? Não pode vir tudo do bolso dos otakus, não pode ser.

— A maioria do que ganho vem de vender photobooks em convenções e eventos. Mas também somos contratados quando companhias de anime e mangá querem anunciar um produto ou um evento. É que nem o trabalho de um modelo profissional. Mas, já que não tenho tempo, não ganho tanto quanto os profissionais.

— Isso é… caramba… — Seiji piscou algumas vezes, sua expressão chocada só aumentava.

— Que choque todo é esse? Esse dinheiro todo não deve ser nada impressionante pra um riquinho como você. — Yuuto só podia rir daquilo.

— É… bem… — Seiji corou e desviou o olhar. — É chocante… uma grande parte do meu apelo é que sou um jovem rico e sexy. Mas agora…

— Ficou irritado por descobrir que ganho um dinheiro decente? — Yuuto não podia deixar a chance de dar o troco no namorado.

— Sei lá… — murmurou. — Pode ser…

— Você não devia estar feliz em saber que não estou com você pelo dinheiro?

— Sim, estou… Mas eu já sabia disso… então você gosta de mim pelo que sou? — Seiji se virou para Yuuto com uma expressão surpresa. — Qual o seu problema?

Yuuto riu.

— A única coisa errada agora é que meu namorado está sendo um idiota adorável — disse, e então empurrou Seiji para a cama com um beijo.

Mas, antes que a mão do professor pudesse descer até a protuberância entre as pernas de Seiji, o telefone tocou, estragando, outra vez, o clima.

— O que foi agora? — exclamou Seiji.

— Vou colocar no mudo. É como se alguma força superior estivesse nos impedindo…

Até Yuuto estava ficando irritado com aquele barulho. Mas, ao pegar o celular, ele não conseguiu ficar sem ler o último e-mail.

— De quem é dessa vez?

— É da KiKi e MiMi… uma dupla de cosplay — completou Yuuto antes de Seiji perguntar. — Nos conhecemos por anos… Estão perguntando se eu não quero fazer uma sessão de foto com elas…

— Parece que a Yuuno vai ficar muito ocupada nas próximas semanas… — disse Seiji, mordendo a língua.

— Parece que sim… — Apesar de dizer isso, Yuuto sorriu. Ninguém está rejeitando a Yuuno depois de descobrir que ela é um homem… Ninguém está me rejeitando…

— É… Que bom e tal, mas… — Seiji tirou o celular das mãos de Yuuto e o desligou. — Temos coisas mais importantes para fazer agora.

Yuuto riu, sorriu e beijou o homem que amava.

Dessa vez, eles não foram interrompidos.

Capítulo Anterior                                     Menu                                             Próximo Capítulo

Espero que tenham gostado.
Se curtem Por Favor, olhem minha outra história BL, O nadador e o assistente.
Aposto que vão gostar

Se inscrevam na minha lista de emails para não perder nenhuma novidade.
E me ajudem no Apoia-se. Estou querendo criar mais conteúdo e gostaria da ajuda de vocês

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Por Favor and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Por Favor 2! 6

  1. Pingback: [PT] Por Favor 2! 5 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Por Favor 2! VD 2 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s