[PT] Re;Blade 11

Era pra esse cap ser postado mais cedo, mas eu finalmente fui ver o filme dos vingadores XD
Espero que gostem do cap

 

Capítulo Anterior                                           Menu                                           Próximo Capítulo

Capítulo 11 – O novo usuário

Tetsuko não sentiu a lâmina cortando sua cabeça.

Mas sentiu uma grande dor após aquilo, como se seu corpo estivesse sendo separado dos seus órgãos.

Mas agora ela sabia o que essa sensação familiar era.

Era a dor de sua alma ser tirada do corpo e arrastada para outro mundo.

Porém, só durou um momento.

Então não havia nada. Apenas sua mente flutuando.

Onde? A ferreira não tinha ideia.

Então isso é morrer…

Antes que pudesse se impedir, ela soltou um riso fraco.

Ao menos agora me lembro de como acabou dessa vez.

Quantas vezes preciso morrer até poder descansar?

Ou talvez eu não mereça um descanso.

Tetsuko se lembrava dos momentos finais em seu mundo original.

Dos rostos a encarando. Do ódio emanando deles.

Não sinto remorso pelo caminho que escolhi, mas talvez isso quer dizer que eu não possa ir desta pra melhor. Continuarei vivendo como uma espada, sem poder fazer aquilo que deu sentido à minha vida.

A ex-ferreira também se lembrou de fechar os olhos quando sentiu a pesada lâmina cortando seu pescoço.

Não pude ver. Mas eu sei.

Aquela foi uma lâmina que eu fiz… Morri outra vez por minha própria lâmina.

E dessa vez ela se lembrou disso.

A ideia de que sua vida acabou por causa de uma espada que forjara com as próprias mãos deu um alívio macabro que nem ela pôde explicar.

Eles atenderam meu último pedido.

Tetsuko tentou se lembrar da sensação de ser decapitada, mas, não importa o quanto quisesse, não se lembrava de nada.

Ela sentiu que a lâmina passou, mas não da sensação de ter a cabeça cortada.

Nunca sentiu a dor de ser decapitada.

Tudo que se lembrava era de que uma calmaria quando a multidão ficou quieta.

Não… Eu não podia ouvi-los mais… E então…

Então houve a dor de ter sua alma sendo separada do corpo.

Tetsuko tentou conferir seu pescoço.

Mas ela já não tinha mais um.

Nem mãos. Muito menos um corpo.

Acho que foi uma morte sem dor. Ser separada de seu próprio corpo pode ter suas vantagens, pelo visto, pensou, olhando o arredor.

As trevas a sua volta ficou mais densa.

Suspirando mentalmente, ela fechou os olhos que não tinha.

Então isso é ir pra outro mundo?

Pensei que seria igual àquelas histórias sobre o rapto dos deuses. Mas acho que a realidade não é como os contos pras crianças dormirem.

Tetsuko sentiu sua mente devagar para o nada que ela se tornou.

Espera… Lia?

Pensou ela, mas não houve resposta.

Soube imediatamente que a outra mulher não estava com ela.

Acho que é óbvio. Ela estava no meu corpo. Conseguíamos conversar enquanto o dividíamos.

Mas agora… Onde ela foi parar?

Ela continuou naquele mundo como uma alma perdida?

Ou ela vai reencarnar?

Lá ou voltará para seu próprio mundo?

Espero que possamos nos reencontrar, pensou Tetsuko, esvaziando a mente para descansar.

A ex-ferreira não tinha ideia de quanto tempo se passou.

Mas antes de abrir os olhos de novo, ela sentiu.

A sensação familiar de ter peso.

Tetsuko voltara para seu outro corpo.

Naquela fina espada bárbara longa e de uma mão.

E para a sua surpresa, foi uma boa sensação.

Parecia adequado. Confortável. Perfeito para ela.

Tetsuko riu mentalmente.

Uma risada fraca de início.

Mas então ela gargalhou.

Eu realmente nasci pra ser uma espada.

Deve ter algo de errado comigo! Não acredito que estou mais confortável neste corpo do que no meu original!

Se eu tivesse mãos pra criar espadas, não ligaria de ser uma!

Uma espada que faz espadas!

Enquanto Tetsuko parava de rir, ela sentiu a mesma fonte de energia circulando dentro do metal.

Da ponta da espada até o núcleo do cabo.

Calma, lenta e estável.

Tetsuko fechou os olhos que não tinha e se concentrou.

Ela imaginou um fluído azulado e gelado, tentou fazê-lo se mover mais rápido dentro dela.

Funcionou, para sua surpresa.

Lentamente, a estranha energia acelerou.

Enquanto ganhava velocidade, ela também sentia o fluxo ficando quente.

A energia dentro de seu corpo ficou vermelha dentro de sua mente.

Tetsuko tentou fazê-la ficar tão rápida que ficasse fora de controle.

A energia acelerou, mas não fez nada mais.

Fael colocou sua energia dentro de mim. Embora não tenha sido de forma consciente.

Isso deixou os ataques dele mais pesados. Mas será que existe outra forma de usar essa energia?

Poderia me deixar mais afiada? Ou mais forte?

E se eu fizer o oposto?

E se eu colocar minha energia dentro do meu portador?

Eu poderia… controlá-los?

Eu poderia usá-los como um corpo substituto?

Eu poderia… criar espadas de novo?

Mas, não importa o quanto pensasse, ela não achava a solução. Não sozinha.

Acho que aprenderei com tempo e um portador, pensou, deixando a energia se acalmar dentro de si.

O vermelho tornou-se azul e o calor ficou frio.

Então, ela olhou em volta.

Cadê aquele três irmãos?

Não havia sinal deles.

Em vez dos três, Tetsuko viu-se nas mãos de um homem estranho que nunca vira.

Ele a levou até outro homem, um que tratava com respeito.

Tetsuko notou a armadura pendurada nos fundos da tenda.

Era de uma qualidade superior a todas que vira naquele mundo.

Este homem só pode ser um nobre com status pra pagar por algo assim, pensou enquanto o homem tocava seu cabo.

Ela sentiu uma reação dentro do metal. Sua energia reagiu para com a do Nobre.

Tetsuko não soube se gostava ou não aquela sensação.

Mas, enquanto o Nobre a manejava, ela soube logo que não gostava dele.

O homem, quem ela ainda não sabia o nome, era habilidoso.

Era óbvio pela forma como movimentava a espada em suas mãos.

Mas, por algum motivo, a energia dentro dela agitou-se com a energia que ele colocou inconscientemente nela.

Logo ela percebeu.

Não sou uma espada pra ele… Muito menos uma arma…

Sou um prêmio… um prêmio a ser exibido…

Em pensar que ela, uma espada, não ser usada a fez arder de raiva.

Ela jamais faria uma espada para quem não fosse usar no seu mundo original.

Não importa se o cliente fosse um soldado raso ou um samurai de berço de ouro.

Tetsuko odiava a ideia de uma lâmina na qual colocou sua alma ser posta à mostra e acumular poeira ao invés de ser usada.

Espadas não são decoração! Espadas não são prêmios!

Espadas devem ser usadas!

Ser usadas para criar um mundo onde espadas não serão mais necessárias!

Tetsuko sabia que era contraditório. Sabia que era um sonho infantil e tolo.

Fazer espadas para criar uma era em que espadas não são necessárias. Mas ainda acreditava naquilo.

Odeio a ideia de minhas espadas enferrujarem sem serem usadas.

Agora isso vai acontecer comigo!

Não vou deixar!

A energia dentro de si reagiu a seus sentimentos imediatamente.

Antes era de um azul fraco.

Mas, em poucos segundos, se transformou em um intenso vermelho sangue.

O homem parou de manejar a espada na hora.

Ele encarou a lâmina com uma expressão estranha. Sua energia parou de vir até ela.

Sem tirar os olhos de Tetsuko, ele a embainhou.

Quando ele mandou fazer isso? Perguntou-se a alma dentro da espada.

Mas logo ela notou que não feita para ela. Era grande demais.

E a bainha era cheia de detalhes e decorações douradas, completo oposto dela.

Isso foi feito pra guardar uma lâmina ou exibir em uma festa?

Incerta do que o futuro reservava a ela, Tetsuko deixou sua mente descansar dentro daquela bainha que era grande demais para ela.

Capítulo Anterior                                           Menu                                           Próximo Capítulo

Obrigado por lerem
Espero que tenham gostado.
Terça que vem tem mais

Se gostam da história e quiserem ajudar, me apoiem no Apoia-se e se inscrevam na minha lista de emails para não perder nenhuma novidade.

About phmmoura

Just an amateur writer who wishes to share the world inside his head.
This entry was posted in Re;Blade PT and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to [PT] Re;Blade 11

  1. Pingback: [PT] Re;Blade 10 | PHMMoura

  2. Pingback: [PT] Re;Blade 12 | PHMMoura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s